quarta-feira, 20 de maio de 2015

Privações



Privações
De água, comida e bons tempos
Dá até prá levar

De outras coisas mais
Toca-se em frente
Sem pestanejar

Na ausência do amor
O dano é profundo
A alma sucumbe em dor




Seguir por Email

Translate

Total de visualizações de página

Estatísticas