sábado, 10 de dezembro de 2016

Vivendo como irmãos



Tem casais que passam uma vida vivendo como irmãos. Alguns como recurso para sobreviverem diante de tal impotência, enchem-se de fé e esperança num resultado vindo dos céus. Ali ficam pacientemente esperando em sua zona de conforto, olhando indignados para o resultado que já vem obtendo do: “nada muda! ”.
Outros não ficam na esperança do porvir, agem diante da dor, rompem com a inanição, procuram ajuda e vencem. Não se permitem a mesmice, seja a solução repararem a questão de vez e viverem felizes, ou a separação.
Ficarem como estão: “não”. Não há espaço para “vamos dar um tempo” para a felicidade.
Felicidade clama por atitudes.




 “Conheço as suas obras, sei que você não é frio nem quente. Melhor seria que você fosse frio ou quente! Assim, porque você é morno, nem frio nem quente, estou a ponto de vomitá-lo da minha boca.” Apocalipse 3:15-16 



Seguir por Email

Translate

Total de visualizações de página

Estatísticas