sexta-feira, 12 de junho de 2015

Batalhas



Todos os dias visto a minha armadura, uma pesada armadura, que me protege e me põe seguro dos cavaleiros errantes. Aparecem do nada, com seus malditos sabres brilhantes e desferem golpes mortais.
Minha armadura é fulgurante e feita do mesmo aço de Damasco de minha espada, possui um dragão negro, bordado bem no meio do peito.
Não adianta o inimigo tentar atingir o meu coração com as suas flechas cortantes, pois certamente o meu escudo também fara barreira.
Os reis estão a salvo nos palácios, mas sinto-me seguro com essas proteções, porem as mesmas que me mantêm em pé, me fazem sentir o duro fardo que tenho que carregar.
Os confrontos são pesados, sangrentos e muitos sucumbem no campo de batalha.
Sinto a todo instante a força da morte iminente.
Quando retorno de um grande confronto, estou no limite e sinto-me quase que sem forças.
Minha armadura, minha fé e convicções me trazem ileso pra casa, para me deliciar ao lado da minha linda e amada donzela.


Seguir por Email

Translate

Total de visualizações de página

Estatísticas