sexta-feira, 5 de junho de 2015

Triste realidade


Com muito sacrifício Dona Clotilde comprou um bolo para comemorar o aniversário de seu filho Belitardo, que além de estar completando vinte e dois anos, também acabara de concluir a faculdade.
No momento de apagar a única velinha disponível, sua mãe solicitou que fizesse um pedido com bastante devoção.
Os amigos e vizinhos em volta da mesa, Belitardo pensou, pensou e como não se decidia sua mãe o estimulou:
- Vamos Belitardo, um desejo muito importante pra você que acabou de concluir o seu curso!
- Tenho vergonha de falar mãe.
- Que nada meu filho, fala pra gente. A mamãe promete que vai te ajudar e todos aqui vão torcer para que o seu sonho se realize.
Belitardo todo acanhado solta o verbo:
- Quero ser um “super-homem” mãe, igualzinho da televisão.
Os adultos ficaram mudos e a criançada despencou a rir.
Dona Clotilde mais do que depressa foi ao encontro do filho dizendo:
- Meu filho para com brincadeira, vamos lá, qual é o seu sonho?
- Juro mãe, eu quero ser um “super-homem” com capa, cinturão e aquele uniforme bonito.
-  Para com isso “menino”! Esse “super-homem” da televisão é de faz de conta meu filho, igualzinho o Curupira e o Saci Pererê. Não existem de verdade!
- Existem sim mãe, um monte de gente já viu o Curupira e o Saci também.
- Isso é historinha pra criança e você já é um “hominho”, formado!
A maior parte da galera aguardava silenciosa o desenlace daquela situação, mas como em todo lugar sempre tem algum engraçadinho, não tardou para alguém dizer:
- Eu não vou torcer de jeito nenhum para que esse sonho se realize.
- Vai que o garoto de uma topada numa pedra de kryptonita!
- Isso seria um desastre pro rapaz.
Dona Clotilde no auge do desespero, achando que o filho teve um surto e na busca de uma solução resolveu embarcar nessa ideia.
- É mesmo filho o pessoal tem razão! Você sendo gente comum como é, não precisará ter medo de kryptonita. Além do mais a mamãe não pode manter uma promessa que prejudique o seu futuro. Vamos lá escolha outro desejo que bata com o que você estudou.
- Então está bem mãe, deixa eu pensar! Ah...já sei, eu quero ser o Mandrake, ele faz cada mágica bacana pra caramba.
- Caramba digo eu meu filho! Afinal de contas todo esse tempo e dinheiro investidos foram pra essa universidade só te ensinar a viver de fantasias?


Seguir por Email

Translate

Total de visualizações de página

Estatísticas