sexta-feira, 6 de março de 2015

Nhá Chica lava, torce e limpa por dentro


– Alô?
– Pronto. Responde Nhá Chica, com voz ofegante. Ao fundo som ritmado de atabaques.
– Nhá Chica?
– Oi Seu Epaminondas.
– A senhora é boa mesmo hein! Como é que adivinhou que sou eu?
- Pelo bina Seu Epaminondas. Tenho qui te bina, sinão os safado tenta dar trote inté aqui no meu terrero. Quando eu não tinha bina eles tentava, mais eu acabava discubrindo os cabocrinho. Tardava mais não faiava.
– É mesmo Nhá Chica?
– Sim, mas não vinga porque a Nhá Chica é veia no ramo. Tarimbada nesses trabaios de isperteza.
– Caramba Nhá Chica até com a senhora esse pessoal quer usar de vigarice?
– É, tem de tudo né, mais a Chica pega, ela intende bem de safadeza. Pega e indireita o cabocrinho rapidinho. Esses dias mesmo, tive que deixa um pilantrinha invergado, inguar a um arco de frecha.
– Mas isso não deixa o sujeito mais torto ainda Nhá Chica?
- Fica não fio. O trabaio é assim mesmo. Primeiro di tudo é dá um banho de 7 ervas pra sorta o cardo grosso. Dispois tem que da uma invergada boa, até range o cerne do sujeitinho. Quando tive bem cochado, istalando no ponto de quase trinca, daí vai sortando devagarinho, até vorta no prumo.   O bichinho sente na anca como é bom inverga os outro. Perde toda a tortura, fica um home reto e bão, uma graça de gente.
- E daí Nhá Chica ele melhorou?
– Esse ainda não, tá um pouco invergado ainda. É bichinho ruim, cobra veia criada. Carne dura demora um pucadinho mais.
– Mas por que isso Nhá Chica?
– É que esses inverga os otros, mais num conhece o gosto de ser invergado. Tem que prova o gosto do mer, sinão não fica sabendo que é doce pra dedéu.
– Ele é ai da região?   
– Não esse é di fora, do istrangero, luga chique, de gente graúda. Madeira amargosa, dura, ruim pra torce. Esse eu inté tive que faze um tratamento especiar. Vou deixa ele uns tempo na forma. Dai não tem conversa, sai bão mesmo.
– O lugar que vive interfere tanto assim Nhá Chica?
– Dependendo do luga e do tempo que ficou por lá, o cabocrinho fica muito tinhoso, um bichinho difícir e cheio de isperteza. Mais eu punho ele no prumo também, nem que seja pra acerta no enchó. Lasca bastante mais fica bão de novo. É só te paciência.
– Nhá Chica eu estou necessitando de um trabalhinho da senhora por estas bandas da capital. Umas coisinhas cabeludas que vem acontecendo há um bom tempo. Certas contas que não fecham, do tipo: entra um tanto, desaparece no meio um tantão e fica um minguadinho no final.
– Fica tranquilo Seu Epaminondas. A Nhá Chica faiz muito trabaio forte por essas bandas. Inté de coisa grande lá pros fundo do “mar”. A Nhá Chica lava, torce e limpa por dentro.


Seguir por Email

Translate

Total de visualizações de página

Estatísticas