quarta-feira, 4 de março de 2015

Um amor que foi pro brejo


Conforme a noite ia criando aquele estimulante clima de envolvimento mais ele ia se apaixonando.
E não havia mesmo como não ficar perdidamente apaixonado por aquela garota tão deslumbrante.
Seu coração disparou quando ela tomada por uma imensa paixão disse-lhe:
- diante das tantas diferenças que existem entre nós, tenho um grande receio que meu pai não aceite o nosso casamento, porem eu estou disposta a tudo para viver com você. Topa fugir comigo meu amor?
Aquela pergunta proporcionou-lhe um delicioso sentimento de confiança e alegria. Jamais imaginou que ela sendo tão linda, e ele tão horrível como sentia-se, pudesse fazer-lhe tão sonhada proposta.
Ele já estava diante do sim mais feliz de sua vida, quando uma minúscula gota de luz surgiu do nada e piscou resplandecente diante de seus olhos.
Como uma imensa flecha vermelha, sua língua saiu como um raio boca afora, em busca daquela encantadora gota luminosa.   
Pleno de desejo e sem controlar sua língua voraz, deu um imenso salto ao encontro daquele pobre vagalume que descontroladamente foi arremessado no meio do lago. Ele imediatamente jogou-se lago adentro na busca daquela apetitosa iguaria.
Aquela linda jovem ali ficou a noite toda a chorar, por seu guloso príncipe inacabado, que mal conseguia controlar seus instintos ainda tão primitivos.


Seguir por Email

Translate

Total de visualizações de página

Estatísticas