terça-feira, 17 de março de 2015

Pra você e mais ninguém



Como é bom ter você tão perto
Teus olhos verdes tão lindos
Tua boca, teu sorriso alegre, moleca
Todos os dias de amor liberto

Como é bom relembrar
Esse teu jeitinho tão gostoso
Que logo percebeu
O meu amor todo choroso

E foi nestas condições então
Que fiquei todo babão
Ao ver nos teus olhos um sim
Pra dar todo o teu fogo pra mim

Um olhar de petisco, de feitiço
Que amarra pra jamais soltar
E foi me deixando tão carecido
Pois era um olhar, só de provar

Assim dizia o olhar: saiba esperar!
Pois assim destarte
Terá o teu sonhado festim
Pra com gosto lembrar e sempre cear


Seguir por Email

Translate

Total de visualizações de página

Estatísticas